Ir para conteúdo

SEMANA: ABOLIR PARA LIBERTAR


por IDMJR

Durante esta semana a IDMJR promove uma série de ações e produtos para afirmar que a luta por liberdade ainda segue como nosso único projeto político.

A Falsa Abolição de negros e negras foi promovida pelo próprio Estado e resultou em um processo amplo e profundo de desigualdades raciais. Haja vista, que os marcos jurídicos (leis, entre outros marcos) institucionais servem para a manutenção deste capitalismo racializado.

Semana: Abolir para Libertar

A violência da Escravidão não acabou em 1888, pois a escravidão como a colonização são relações dinâmicas, não eventos, logo essa relação pode continuar a existir depois que o colonizador partiu. Logo, nossa liberdade é uma construção do hoje que precisa ter em sua base o conceito de comunitarismo, pois é , em comunidade a partir da reunião de indivíduos que aprendemos como se comunicar de maneira honesta uns com os outros.

“A violência perpetrada contra negros não é uma forma de discriminação; é uma violência necessária; um tônico para todos que não são negros […]”( Frank B. Wilderson III)

É na comunidade onde os relacionamentos são mais profundos. Na comunidade desenvolvemos o compartilhar mútuo da alegria e da dor, transformando esses sentimentos e todas as produções em coletividade.

A ancestralidade africana e dos povos originários, bem como, as experiências coletivas (comunismo e o anarquismo) nos deixaram o comunitarismo como legado, agora cabe a nós mantermos na construção por liberdade , este princípio.

Nossa Semana de luta:

  • 09/05 – Apresentação e Divulgação da Semana Abolir para Libertar;
  • 09/05 – IDMJR no Colégio Estadual Aarão Streinbuch na atividade: “É só Mais um Silva” conversando sobre Abolição. 
  • 10/05 – Lançamento do Novo Boletim de Operações Policiais na Baixada Fluminense;
  • 10/05 – Workshop Abolição: Da Escravidão as Polícias;
  • 11/05 – Colagem Lambes da Campanha Onde Está meu Filho? sobre desaparecimentos forçados;
  • 12/05 – Vídeo sobre Abolição das Polícias com participantes do Workshop sobre Abolição; 
  • 13/05 Lançamento do Filme sobre Desaparecimentos Forçados da IDMJR: “Nossos Corpos são Nossos Livros.” dirigido pela cineasta negra Janaina Oliveira no nosso Canal do Youtube

“É nosso dever lutar por nossa liberdade. É nosso dever vencer. Devemos nos amar e apoiar um ao outro. Não temos nada a perder, mas nossas correntes.”

(Assata Shakur)

4 comentários em “SEMANA: ABOLIR PARA LIBERTAR Deixe um comentário

  1. Muito importante essas atividades, pena que não pode ter pessoas representando suas periferias, onde as coisas acontecem e ninguém 😪

  2. Eu Bruna da silva moradora e mãe de vitimado e morto pela a violência vinda pelo o braço armado do estado Marcus Vinicius só tinha 14 anos de idade menino novo pobre mais um negro e favelado onde ele era apenas mais um Silva que não viu a sua estrella brillar.
    Eu luto contra o fim do racismo seja ela racial ou estrutura sou contra o genocidio do nosso povo negro e favelado.

  3. É preciso que associedade brasilera venha enxergar essas mães que luta por justiça seja ela qual for só queremos ter direitos e não violados.
    Mães que tem seus filho mortos e por culpa desse desaparecimento forçado pela a polícia agente não teriamos mais mães morrendo adoencendo esperando seus filhos voltarem para casa algum día.
    Sou mãe de filho morto mais eu pelo menos eu sei aonde eu filho estar.
    Eu pelo menos posso ir lá e encender uma vela para ele quando eu achar que é preciso como já faço de custeme.
    Mais é as minhas companheira que esperam os filhos chegarem até hoje em suas casa e nada é mais doloroso ainda a espera.
    Por isso sou contra a qualquer tipo de covardia,atrocidades,queremos ter direito a vida.
    Queremos ter o direito de ter nosso filhos em casa no meio de nós chega de ver e de ter familias destrozadas,

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: