Notícias


ARMAS NÃO LETAIS: MATAM!

utalidade policial, as forças de repressão dos EUA têm rotineiramente disparado balas de borracha contra manifestantes desarmados, de Minneapolis a Los Angeles, Phoenix a Nashville etc. Essas armas “não-letais” ou menos letais se tornaram uma ferramenta padrão do policiamento nos EUA, juntamente com gás lacrimogêneo e spray de pimenta, usadas livremente contra manifestantes e jornalistas.

BAIXADA FLUMINENSE: TERRITÓRIOS, DISPUTAS E AÇÃO COLETIVA DE MULHERES NEGRAS

Desenvolver ações e morar dentro de um mesmo território é um grande desafio para mulheres  negras na Baixada Fluminense. O cuidado com o outro precisa ser cercado de inúmeros autocuidados que nem sempre essas mulheres têm condições e tempo de realizar. 25 de Julho com a celebração de Mulheres Negras, Latino Americana e Caribenhas mostra também um panorama de barreiras que mulheres lidam dia a dia, na tentativa de tornar seus territórios menos desiguais. O projeto Apadrinhe um Sorriso, trouxe um impacto positivo para muitas crianças e suas famílias, entretanto sua idealizadora e nossa convidada apresentou reflexões fundamentais sobre território da baixada e suas especificidades. 

VIDAS LGBTQIA+ E A LUTA PARA EXISTIR

Neste 25 de Julho, dia da Mulher Negra, Latino Americana e Caribenha, celebração pela vida de Tereza de Benguela e marco da força e união de mulheres negras no enfrentamento às violências, a gente aponta mais um debate fundamental: Onde estão as mulheres negras trans, travestis e lésbicas nos lugares de reivindicação compartilhados pela luta coletiva? Nossa entrevista Gilmara Cunha traz reflexões importantes sobre esses contextos.

Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.