Ir para conteúdo

IDMJR no Carnaval 2022

Nossa gente preta tem feitiço na palavra.

Por: Equipe IDMJR

A IDMJR foi convidada para participar do Desfile da Beija-Flor 2022 na Ala Resistência, com um enredo de enfrentamento ao racismo e principalmente ao epistemicídio, que apaga e inviabiliza as contribuições intelectuais e materiais da população negra na fundação da formação social brasileira.

Ficamos muito felizes em receber esse convite da Beija-Flor e aceitamos de imediato. Afinal, entendemos que o atual enredo da escola nilopolitana – Empretecer o Pensamento é ouvir a voz da Beija-Flor, trás muito do DNA institucional ao falar de falsa abolição, racismo, polícia, justiça, memória  e resistência e enfrentamento as violações de Estado.

Nossa participação junto com outras lideranças negras, organizações e movimentos sociais apenas fortalece o histórico do samba, como expressão cultural da indignação e do enfrentamento as violações de direitos humanos estruturalmente vividas pelo povo negro. O carnaval também é um espaço de produção de conhecimento e manutenção de memórias negras. A IDMJR agradece a parceria e a oportunidade de participar em de um desfile histórico que ecoa em ruas, favelas, becos e vielas que o povo negro resiste e segue combativo.

O enredo da Beija-Flor nos permite refletir sobre o direito à vida e a produção de conhecimento e memória z a partir de relações sociais do nosso povo e não apenas de espaços institucionais e formais da democracia representativa burguesa que vivemos.

Viva o Povo Preto, Viva a Beija-Flor , Viva a Baixada Fluminense!

Por um novo nascimento, um levante, um compromisso
Retirando o pensamento da entrada de serviço

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: