MULHERES INSURGENTES: NÃO PEDEM PERMISSÃO!

Os dissabores de ser preta, o ódio e a raiva cotidiana que somos submetidas devido ao racismo que estrutura todas as relações sociais brasileiras, a luta constante para provar a esta sociedade racista, heteronormativa e patriarcal que nossos direitos sociais precisam ser exercidos e acima de tudo respeitados e principalmente a luta urgente pra se manter viva em um sistema que tenta a todo momento nos aniquilar.